sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

O amanhecer da poesia

Quando amanhece, a poesia se faz presente
inspiração vem, com brisa suave do ausente
em forma de versos, chama que irradia a luz
os momentos de magia da paixão que traduz

Diversas formas de amor, puras como as flores
que brotam e dão cores e perfume aos ardores
fantasia ilusória de breve ou de longa duração
sem perder a aura iluminada , a doce sedução

No diálogo palavras vertem se transformam
em cálida homenagem aos amantes do amor
na beleza estampada nas telas que informam

Aos seguidores de Eros e Afrodite; e o poder
dos deuses que se curvam ante ao esplendor
elevam aos céus cânticos angelicais de um ser....














4 comentários:

  1. Olá! O lugar da foto é Faxinal do Céu, no Paraná?

    ResponderExcluir
  2. Pq alguns ñ podem ouvir os poemas das flores? abraços

    ResponderExcluir
  3. Excelente texto...

    Parabéns, belo blog também... PARABÉNS...

    Conheça...

    http://mailsonfurtado.blogspot.com

    ResponderExcluir